Dissidio 2022: o que é, dissidio coletivo e como é calculado

A questão do aumento, ou melhor, reajuste salarial, atrai a atenção de diversos trabalhadores, já que é um assunto que interessa cada cidadão brasileiro que trabalha numa empresa segundo a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Pensando justamente nisso, resolvemos preparar este post para que você saiba mais o que é o dissidio 2022 e como ele é calculado.

Dissídio 2022

Dissídio 2022

O que é Dissidio Salarial

Dissidio é um termo jurídico usado para retratar divergências ou disputas e conflitos entre duas partes. Na relação entre empregador e empregado esse termo é usado para falar dos diálogos que anualmente ocorrem para o aumento da salário dos trabalhadores.

Em termos práticos, no dissidio salarial de um lado temos o sindicato dos trabalhadores que defende os interesses dos empregados, enquanto que do outro lado existe o grupo do empregadores que também velam mais pelos seus interesses.

Note que o dissidio não busca discutir o aumento salarial, mas sim a correção do salário vigente com base na inflação constatada no ano.

Não deixe de conferir ainda:

Dissidio 2022

Como mencionamos anteriormente, o dissidio ocorre anualmente para o reajuste salarial, e o valor que é estabelecido passa a ser observado obrigatoriamente pelas empresas. No caso de grupos trabalhistas sem um sindicato registado, a lei permite que empresas com mais de 200 trabalhadores selecione um dos sindicatos já incluso no dissidio 2022.

Note que além de questões relacionadas ao próprio salário dos trabalhadores, o dissidio 2022 também pode envolver a discussão de outros benefícios trabalhistas, como:

  • Auxílios doença
  • Vale transporte
  • Horas extras;
  • entre outros benefícios trabalhistas de seu interesse.

Dissidio Coletivo 2022

Designa-se dissidio coletivo quando toda a categoria profissional ou de empregadores encontra-se com o grupo dos sindicatos trabalhistas para debater acerca dos interesses econômicos de ambas partes. Dependendo do assunto por detrás da negociação, o dissidio coletivo pode ser classificado em:

  • Econômico: quando pretende definir normas e condições trabalhistas;
  • Originário: quando busca-se a implantação de normas inéditas;
  • De revisão: quando pretende-se a reavaliação de normas, condições e benefícios de trabalho;
  • Jurídica: para a interpretação de sentenças, convenções e acordos;
  • De Declaração: para interrupção da atividade e greves.

Veja também como funciona:

Cálculo Dissidio 2022

O cálculo do Dissidio 2022 é feito segundo um procedimento que visa garantir a justiça e imparcialidade no processo. Geralmente os passos que são obedecidos nesse processo são os seguintes:

  • Primeiro é identificado o sindicato que representa os funcionários em causa;
  • O sindicato por sua fez identifica a taxa de reajuste salarial estipulada pela Convenção Coletiva;
  • Com essas informações em mãos, a fórmula abaixo é aplicada para a determinação do reajuste salarial:
    • REAJUSTE = SALARIO ATUAL + (salário atual x percentual do ajuste)

Para entender melhor, observe o seguinte exemplo: Suponhamos que uma determinada empresa paga um salario de R$ 1.500 e no dissidio fica acordado que o reajuste salarial deve ser de 6%. Nesse caso o novo salário será:

  • R$ 1.500 + (R$ 1.500 x 6%) = R$ 1.590,00

Leave a Reply